Paraná: integrados BRF preparam retomada da produção de perus

Um dos primeiros movimentos da ampliação da operação no Sudoeste do Paraná é a integração de 200 aviários, o que permitirá a ampliação de renda aos integrados

Paraná: integrados BRF preparam retomada da produção de perus

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, está retomando a produção e abate de perus em Francisco Beltrão (PR) e anima produtores do Sudoeste do Estado.  Um dos primeiros movimentos para ampliar a operação na unidadeé integrar 200 aviários. O início do alojamento está previsto para novembro e a produção programada para iniciar na planta a partir do segundo trimestre de 2022. A criação das aves é uma nova oportunidade de geração de renda, de emprego e desenvolvimento à região.Com a nova linha, devem ser criados mais de 400 empregos diretos.

O investimento em Francisco Beltrão faz parte de um total de R$ 292 milhões anunciados pela BRFpara ampliação e modernização de suas unidades industriais no Paraná.“É um passo importante para a Companhia e para a unidade, que retoma sua excelência naprodução de perus e o trabalho com integrados da região”,afirma Vilto Meurer, diretor de Agropecuária da BRF.

O produtor Edivandro Brancalione, da comunidade de Linha São Roque, em Francisco Beltrão, já começou as obras em seus dois aviários. Entre as reformas, vai trocar coberturas, ventiladores e instalar comedor automático, de acordo com as especificações da BRF.  A granja está sendo estruturada para alojar até sete mil aves. “A expectativa é grande e o movimento de trabalho por aqui também. Estamos todos muito animados para retomar uma produção tradicional em nossa região”, diz Brancalione.

Na localidade de Secção Progresso, o produtor Mauri Felipeto contratou profissionais para as obras em seus dois aviários, que alojarão até seis mil perus. As adaptações necessárias incluem sistema de aquecimento, alimentação e bebedouros. “A minha família sempre trabalhou com perus, em parceria com a BRF. E queremos ficar aqui e progredir”, afirma Felipeto.

A tradição também anima a família do produtor Geraldo Sbabo, que cuida de dois aviários, juntamente com os filhos Fernando e Tiago, no município de Renascença, vizinho de Francisco Beltrão. “Émais trabalho e renda para a família. Estamos na expectativa para começar e crescer”, diz Sbabo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui