Como a tecnologia de monitoramento vai ajudar shoppings e clientes

Mais pessoas vacinadas e fim de ano: essa mistura é perfeita para os shoppings, que podem ter um bom período de final de ano como há muito não acontecia lotarem. Este foi, sem dúvida, um dos setores que mais sofreram com a pandemia, mas a recuperação gradual já está se refletindo nas vendas que melhoraram com o gradativo fim das restrições para funcionamento do comércio.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) levantou a possibilidade de 2021 ser bem melhor que 2020, com previsão de vendas podendo alcançar R$ 204 bilhões. Mais estabilidade significa mais gente consumindo, e o volume de pessoas circulando nos corredores vai necessitar de um sistema mais avançado de monitoramento para a segurança tanto de quem trabalha nas lojas quanto dos consumidores.

Infelizmente esse aumento de vendas traz consigo o aumento da criminalidade, então, assim os shoppings vão adaptando seu sistema de segurança e controle:

“É o momento de implementar tecnologias mais atualizadas, conectando através de um botão de pânico portátil e discreto as lojas a uma central de monitoramento contratada ou até própria. Quando falamos em uma nova tecnologia, a ideia é ter um sistema eficiente e de fácil implementação e manuseio. Cada estabelecimento pode ter um botão de pânico, para alertar as equipes de segurança de que algo está acontecendo, e mobilizar ajuda sem causar alarde ou pânico aos clientes” explica Marcelo Lonzetti, CMO da ztrax.

Tecnologia para tranquilidade de clientes
Além da segurança interna, existem outras funcionalidades que podem ser um atrativo extra de tranquilidade no microcosmo criado dentro de um shopping já pensando no aumento de fluxo de pessoas no final de ano:

Através do ztrax ronda os seguranças podem ser monitorados em tempo real. Para a administração dos shoppings, essa é uma ferramenta de gestão importante. São informações úteis até mesmo para mapear estratégias e definir melhorias nas rotinas de segurança de um shopping.

 

 

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui