Nissei amplia serviços à beira-mar no Litoral paranaense

Rede de Farmácias estará mais próxima dos clientes nessa temporada; além dos tradicionais carrinhos para a venda de protetor solar, os veranistas terão à disposição tendas com trocador de fraldas, produtos de primeiros socorros e, ainda, o empréstimo de guarda-sóis

Há três anos, a Rede de Farmácias de Nissei inovou no atendimento ao veranista no Litoral paranaense com a prestação de serviço nas areias. Para a temporada 2021-2022, o Verão Nissei espalhou seus carrinhos de venda de protetor solar e tendas em pontos estratégicos de Matinhos, Caiobá e Guaratuba, com diversas comodidades para estar ainda mais próxima de seus clientes. A ação ocorre aos fins de semana e feriados.

Nesses espaços, que já estão em funcionamento, são disponibilizados diversos serviços gratuitos nas areais das praias do Paraná, como trocador para bebês – com fraldas, pomada e lenços umedecidos –, produtos de primeiros socorros para ajudar aqueles que precisem, distribuição de brindes, pulseiras de identificação para crianças e até empréstimo de guarda-sóis. O cliente ainda poderá fazer compras à beira-mar, no e-commerce da marca, e retirar os produtos nessas tendas, ou comprar o protetor solar nos tradicionais carrinhos, com pagamento no ato e emissão de nota fiscal.

De acordo com o CEO da Rede de Farmácias Nissei, Alexandre Maeoka, o objetivo da ação é trazer comodidade aos clientes que estarão curtindo suas férias de verão no Litoral paranaense. “Atenção, zelo e disponibilidade estão presentes no DNA da Nissei. Então, desde quando pensamos nessa campanha, já a desenhamos para cumprir esse propósito. Agora, damos um passo à frente, oferecendo aos veranistas verdadeiros pontos de apoio”, explica.

Ainda, nas barracas, além de reaplicar o protetor solar, serão tiradas fotografias com uma câmera digital que utiliza tecnologia UV que mostra se o produto foi aplicado de maneira correta. “Isso porque também atuamos na conscientização sobre a exposição solar adequada, evitando queimaduras indesejáveis que podem estragar a temporada dos turistas, oferecendo riscos à saúde”, completa Maeoka.

Últimas notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui