Homens devem cuidar da saúde o ano inteiro

Visitar o médico regularmente traz mais qualidade de vida para os homens
Visitar o médico regularmente traz mais qualidade de vida para os homens
A saúde do homem deve ser prioridade o ano todo e vai muito além do Novembro Azul. Porém, devido a aspectos culturais, parte da população masculina ainda resiste em ir ao médico com regularidade, ainda mais quando o assunto é a prevenção de doenças como o câncer de próstata.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do homem em 2019 era de 73 anos, enquanto a da mulher era de 80 anos. Entre as principais razões para essa diferença estão o medo de descobrir enfermidades, o tabagismo, o consumo excessivo de álcool, não seguir os tratamentos recomendados, acreditar que não vai adoecer e não procurar os serviços de saúde.

“É fundamental que os homens criem o costume de ir periodicamente ao médico, pelo menos uma vez ao ano. Um exemplo dessa importância é que a maioria dos cânceres de próstata não apresentam sintomas. Por isso, os homens devem seguir os exemplos das mulheres e superar preconceitos”, diz Roney Alan Nogueira, mestre em Promoção de Saúde e coordenador de Área de Saúde 1 no Centro Universitário Integrado de Campo Mourão (PR).

Câncer de próstata
O câncer de próstata é o tumor mais comum em homens acima de 50 anos. Os fatores de risco são a idade avançada, histórico familiar da doença, questões hormonais e ambientais, sedentarismo, excesso de peso, hábitos alimentares inadequados com dieta rica em gordura e pobre em verduras, vegetais e frutas. Os negros constituem um grupo de maior risco para desenvolver a doença, embora não se saibam os motivos.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer, em 2022 foram estimados 71.730 novos casos. “O diagnóstico precoce é essencial para encontrar o tumor em fase inicial, possibilitando assim, uma maior chance de um tratamento bem-sucedido”, explica Nogueira.

Alguns sintomas que devem alertar os homens são a dificuldade de urinar, a sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga e a presença de sangue na urina.

Dicas para o verão
Engana-se quem acredita que apenas as mulheres devem se preocupar com a pele e a saúde no verão. “Os homens também precisam ficar atentos com os cuidados e os prejuízos que a estação mais quente do ano pode trazer, devido à exposição ao sol”, explica Nogueira, que dá algumas dicas sobre o assunto.

1. A primeira delas é usar sempre e em qualquer horário o protetor solar, mesmo quando o sol não está “queimando”. A exposição às radiações solares pode causar problemas mais graves como rugas e até câncer de pele.

2. Beba muita água. Em altas temperaturas, as glândulas sudoríparas produzem suor como uma forma de regular a temperatura corporal. Por isso, perdemos sais minerais que devem ser repostos.

3. Hidrate bem a pele. A hidratação ajuda as glândulas sebáceas a não trabalharem mais do que o necessário para compensar o ressecamento.

4. Tome cuidado com as micoses. A recomendação é sempre secar muito bem os pés, as axilas e as partes íntimas. Além disso, evite manter no corpo roupas molhadas ou suadas.

5. Faça atividades físicas leves, sob orientação de um médico, e tenha uma alimentação saudável. Evite gorduras e alimentos ultraprocessados.