Crescimento do mercado fitness: Brasil Nutri Shop vendeu 285 franquias em 1 ano e 3 meses da operação

 

De acordo com a Associação Brasileira de Academias do Brasil (ACAD-BR), o Brasil está em segundo lugar com o maior número de academias no mundo (mais de 33 mil academias registradas, perdendo apenas para o EUA).

            O país possui a quarta maior população mundial que frequenta esses estabelecimentos, tendo mais de oito milhões de clientes, ficando em décimo colocado no mercado fitness no que diz respeito à faturamento (que corresponde a 0,13% do PIB Nacional).

            Em 2015, quando o mercado brasileiro entrou em crise, o setor teve um crescimento de 8%. Isso se deve ao fato de que as pessoas estão buscando, não só ter uma melhor aparência, mas também uma vida mais saudável, pois a pratica de atividades físicas não só previne, como também trata alguns problemas de saúde que afetam a população como um todo.

            De acordo coma Associação Brasileira de Franquias (ABF), o mercado fitness tem sido uma ótima escolha para o nascimento e crescimento de pequenas franquias do segmento. Atualmente, existem mais de seis mil franquias relacionadas ao setor.

            Além das academias e centros funcionais, a alimentação também tem movimentado muito o mercado, sendo que comidas e bebidas saudáveis movimentam cerca de 93,6 bilhões (faturamento em 2016). Tendo em vista a correria do dia a dia, muitas pessoas não têm tempo de se alimentar em casa, e buscam pela praticidade em fazer refeições fora, muitos priorizando uma alimentação mais saudável.

            O setor de suplementos alimentares foi um dos que mais cresceu no Brasil – cerca de 25% nos últimos cinco anos. Segundo a Brasnutri – associação do setor – o faturamento do mercado de suplementação entre 2010 e 2016 passou de R$637 milhões a R$1,49 bilhão.

O engenheiro químico e administrador de empresas, Nylmar Diego Zacharias, de apenas 31 anos, trilhava uma carreira de sucesso em uma multinacional do ramo de cosméticos em Curitiba. Em 2016, decidiu jogar tudo para o ar e empreender: adepto ao mundo das academias, ele criou um e-commerce para venda de suplementos alimentares com várias marcas conhecidas mundialmente, montou um estoque pequeno e começou a vender. Na sociedade, também estava o engenheiro químico, Luiz Gustavo Guimarães, de 30 anos, que também largou a carreira em uma indústria do petróleo para se dedicar à empresa. Juntos, eles estudaram o negócio e adaptaram o modelo para a venda de franquias

A Brasil Nutri Shop, rede de franquias de suplementos criada em 2017, vendeu no primeiro ano mais de 200 franquias, com faturamento de quase R$2 milhões de reais. Totalizando 285 franquias em março de 2018, a Brasil Nutri Shop está presente em 212 cidades e em janeiro chegou também a Manaus, no Amazonas.

“Esses produtos deixaram de ser consumidos apenas por pessoas que praticam atividade física e fazem academia e passaram a ser consumidos também por quem quer uma maior qualidade de vida, inclusive pela terceira idade”, comemora Nylmar.

 A expectativa é fechar 2018 com mil franquias e lojas físicas em cidades estratégicas para servir de centro de distribuição. Ainda, será inaugurado um centro de distribuição em Curitiba, juntamente com uma loja modelo: o espaço contará com profissionais para orientar os consumidores que poderão, inclusive, degustar alguns produtos e se divertir no espaço, que será totalmente interativo.

Alimentação

Três sócios e um sonho: ter um restaurante de comida saudável, no qual adeptos de todas as filosofias e estilos alimentares fossem bem-vindos. Nasceu em 2015 o Veg e Lev, localizado em uma charmosa casa na Prudente de Moraes, em Curitiba. O cardápio do restaurante é dividido da seguinte forma: pratos VEG (veganos) e pratos LEV (com baixa caloria, porém, com proteína animal). Nos destaques: moqueca de pupunha, nhoque de banana-da-terra, VegBrasil (um prato tipicamente brasileiro com arroz, feijão, couve, farofa e um bife de grãos, que pode ser substituído por um grelhado), além das sobremesas bolo vegano trufado, banoffee vegana sem açúcar e cheesecake. No final de 2017, o restaurante ganhou uma nova unidade no Pátio Batel, voltada para as cumbucas saudáveis e pratos mais rápidos – sem perder a essência do local. Em 2018, completando três anos, será inaugurada mais uma casa no Shopping Curitiba, que faz parte do plano de expansão da marca de abrir 16 Veg e Lev nos próximos três anos nas principais capitais do país.  “Os  healthy bowls, como o budah e os pokes, são uma tendência mundial e trouxemos essa inovação para cá. Estamos sempre ligados com as inovações do setor, para agradar ao público crescente que busca uma alimentação saudável”, explica Almiro Neto, um dos sócios do Veg e Lev.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS